Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Sentir sem sentir

por De Sousa, em 17.05.20

Não percebo o porquê de sentir,

Escondo, sempre o medo de sofrer

Até deixar o meu amor ir,

Não quero mas vai acontecer

Resta-me somente, sorrir.

Um disfarce nas brincadeiras

Um ´´tudo bem´´, conseguido

Dir-te-ia de mil e uma maneiras

Pena, não me ter ouvido.

 

Medo de tomar e não tomar iniciativa

Medo de seguir o meu instinto

Transparente, eu não minto

Está na hora da tua ida.

Admiro-te por tudo o que és

Uma mulher que qualquer um sonharia

Tu és o barco e eu o convés

O teu amor em mim não caberia.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D