Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Ritmo

por De Sousa, em 01.06.20

Nesta vida ofegante

Esperançoso no meu destino

Num café cheio de gente

De nenhuma delas me aproximo.

 

Esta loucura incontrolável

Descobrindo o meu caminho

Não sendo nenhum caminho estável

Escondo-me, no café, no meu cantinho.

 

Entra e sai gente, repetidamente

Toda a sua história é diferente.

O que ninguém pensa, infelizmente

Todos querem ser crianças, novamente.

 

É o stress acumulado

Tantas razões, imensuráveis

Será a doença do século avançado

Ou falta de momentos disponíveis?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D